1º Jornal CSA Brasil

- Edição 1 – Primavera de 2015 – próxima edição: janeiro 2016 -

Csa é um caminho que proporciona mais sustentabilidade

De que forma se pode nos dias atuais, apesar de uma economia de mercado globalizada, manter se uma agricultura familiar e diversificada, uma agricultura que produz alimentos frescos e saudáveis e ao mesmo tempo protege e cuida da natureza e da cultura de suas paisagens? Uma agri-cultura.

unnamed (1)Essa é a pergunta principal da CSA BRASIL, da rede das CSAs no Brasil.

Bem vindos para o nosso 1° jornal deste movimento.

O conceito de uma Comunidade que Sustenta a Agricultura ( Community Supported Agriculture) denominada CSA, nos apresenta uma prática de sucesso para um desenvolvimento agrário sustentável e o escoamento de produtos orgânicos de uma forma direta ao consumidor, criando uma relação próxima entre quem produz e quem consome os produtos.

CSA é um modelo de um trabalho conjunto entre produtores de alimentos orgânicos e consumidores: um grupo fixo de consumidores se compromete por um ano (em geral) a cobrir o orçamento anual da produção agrícola. Em contrapartida os consumidores recebem os alimentos produzidos pelo sitio ou fazenda sem outros custos adicionais. Desta forma o produtor sem a pressão do mercado e do preço, pode se dedicar de forma livre a sua produção. E os consumidores recebem produtos de qualidade, sabendo quem os produz e aonde são produzidos.

CSA, uma Comunidade que Sustenta a Agricultura oferece uma nova forma de economia em uma atuação conjunta com agricultores ativos e agricultores passivos, para a produção de alimentos. Uma nova forma que oferece vantagens para a terra, plantas, animais e o homem. Nos últimos anos o conceito da CSA despertou grande interesse nos âmbitos de desenvolvimento regional, alimento e agricultura orgânica. Em 2011 no Forum Mundial de Porto Alegre, o conceito da CSA foi apresentado como um dos favoritos com grande potencial de futuro.

CSA BRASIL começou o seu trabalho no ano de 2011 com a meta de proteger as pequenas estruturas agrícolas através da formação de sítios da CSA em diferentes localidades. E para contribuir de forma efetiva com a melhora da situação alimentar de crianças e adultos. No Brasil existem hoje projetos em vários Estados. Você pode se informar mais sobre Associação no site www.csaBrasil.org.

unnamed

Por: Hermann Pohlmann

Mensagem do COAGRICULTOR

Há dois meses o CSA começou em Indaiatuba e a experiência de ser um coagricultor está sendo incrível, conhecer a vida de um agricultor, saber alguns detalhes do que o alimento precisa para se desenvolver e ainda o tempo necessário para estar pronto para o consumo é uma novidade para a maioria, ver pela primeira vez também uma plantação de pepino e colher foi muito interessante.

image (3)Entender como é o dia a dia do agricultor faz com que valorize está profissão e ver o alimento com outro olhar que não tem como descrever, por isso, é importante que todos conheçam as dificuldades, como o sol na hora da colheita, o desempenho físico que há sobre cada item plantado e a dedicação que o agricultor tem com o solo para os itens se desenvolverem com as melhores características e com nutrientes.

O CSA cria em nós uma questão perdida na nossa sociedade que é a “confiança” que devemos ter um no outro. A experiência mais intrigante é fazermos o pagamento antecipadamente e confiar que o agricultor fará o seu melhor para ter o alimento toda semana para a nossa família, e entender que corremos o risco de não receber nada caso ocorra algum imprevisto e também a experiência do agricultor receber os pagamentos antecipadamente é uma mudança para eles, até alguns não acreditam porque sempre plantavam e depois recebiam e o CSA mostrou para todos que unidos podemos mudar a forma de nos relacionar para termos um plano em comum.

A mudança de hábitos de compras, de alimentação e ver o agricultor de outra forma é a magia do CSA, para que todos os coagricultores se empenhem cada vez mais na nossa terra e ajudar para melhorarias da relação de todos e é com as dificuldades que mostrará a essência da nossa relação e também com ela que faremos as mudanças efetivas para a evolução deste formato de relacionamento com a sociedade e com a terra.

 

CSA Indaiatuba
Por: Carlos

DUAS COLUNAS QUE SUSTENTAM A CSA

– Confiança no agricultor.

– Confiança no consumidor. (coagricultor)

CONFIANÇA – CONFIAR

FIANÇA COM

FIAR COM

Refletindo sobre esta palavra, percebi o quão profundo é o seu significado. Afiançar, financiar, fiar! E o importante complemento “COM”.

Para a CSA é fundamental que o agricultor e o coagricultor possam tecer juntos uma rede de apoio mútuo. Um afiançando ao outro em suas necessidades. Uma rede de amor ao planeta e ao ser humano.

image-4

Por: Claudia Vivacqua De Figueiredo

A vida é feita de escolhas, e destas escolhas existem os erros e acertos. Minha vida como produtor rural é fruto destas escolhas. Nascido e criado na cidade, com uma carreira bem estruturada, junto com minha família, decidimos mudar nosso estilo de vida, passando a viver em um sítio com o propósito de tentar construir algo que no futuro, quando olhássemos para trás, tivesse uma história para contar.

Antes mesmo de começar a produzir, estudei bastante sobre agricultura orgânica e agroecologia, me encantei não só por todo o romantismo característico deste tipo de produção, mas por ser um grande desafio produzir de forma limpa e sustentável.

Ser um agricultor é uma das escolhas das mais nobres que alguém pode fazer e traz consigo muita responsabilidade, que muda de acordo com o grau de consiência de cada produtor, digo, quanto mais um agricultor consegue ver o que acontece ao seu redor, maior é o seu compromisso com a produção, com os consumidores, com o solo e o meio ambiente.

A sociedade urbana está mudando. Os mesmos que vão as ruas protestar por mudanças na política, estão tendo de aprender a economizar água, reciclar o lixo e compreender o significado de sustentabilidade. Com todo este aprendizado, os olhos dos consumidores também estão voltados ao meio rural, isso faz com que, quem produz, tenha de se adequar rapidamente as novas exigências de produção.

Quem produz orgânico está um passo a frente, mas somente um passo, dos novos anseios da sociedade por um alimento orgânico. Para darmos mais passos, nossa meta deve ir além de produzir alimentos de forma limpa, devemos buscar produzir com sustentabilidade. Em um futuro não muito distante, o produtor orgânico precisará aprender a irrigar usando 100% a água da chuva, plantar sobre a palhada, inserir árvores nas áreas de plantios e maximizar a biodiversidade.

Para alguns, estes requisitos técnicos de sustentabilidade já são realidade, enquanto para outros, uma meta longe de ser alcançada. Mas o que não podemos é ficarmos trabalhando da porteira pra dentro, sem prestar atenção ao que acontece do lado de fora.

Comecei o texto falando sobre minhas escolhas e todos os dias as faço, estas escolhas sempre me desafiam em como fazer com sustentabilidade.

Fica aí um convite a você que também é agricultor, a fazer escolhas que te desafiem, mesmo não sendo fáceis, mas que te coloque no caminho de uma agricultura sustentável e permanente.

Por:
Alexandre Antunes Batista
CSA Minha Vida no Campo / Presidente Prudente – SP

Nos dias 27 e 28 de agosto de 2015 a CSA Brasil esteve na região de Londrina – PR visitando e conhecendo a realidade da etnia Xetá na Tribo Indígena de São Jerônimo da Serra-SP. A equipe da CSA Brasil apresentou os ideais do CSA para os caciques e demais membros da comunidade e no dia 28 foi realizado uma reunião em Londrina com um grupo de pessoas interessadas em iniciar uma CSA envolvendo o trabalho dos indígenas (como agricultores) associados com as pessoas da cidade. Cerca de 50 pessoas estiveram presentes na reunião e um core group inicial foi formado para iniciar os trabalhos.

Em breve divulgaremos mais novidades sobre essa experiência ímpar que está começando a surgir na cidade de Londrina!